A LEI DE TERRAS

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Lei De Terras

Mensagem  Admin em Qua Set 26, 2012 10:44 am

No Brasil, a Lei de Terras (lei nº 601 de 18 de setembro de 1850) foi uma das primeiras leis brasileiras, após a independência do Brasil, a dispor sobre normas do direito agrário brasileiro.
Trata-se de legislação específica para a questão fundiária. Esta lei estabelecia a compra como a única forma de acesso à terra e abolia, em definitivo, o regime de sesmarias. Junto com o código comercial, é a lei mais antiga ainda em vigor no Brasil.
A Lei de terras teve origem em um projeto de lei apresentado ao Conselho de Estado do Império Colonial, em 1843, por Bernardo Pereira de Vasconcelos.
A lei de terras foi regulamentada, em 30 de janeiro de 1854, pelo decreto imperial nº 1318.
[editar]Evolução da história do direito agrário brasileiro
A situação do Brasil em relação aos países europeus que baseavam sua economia no Mercantilismo, era bem diferente, pois, não havia demanda por produtos, visto que não havia relações econômicas capitalistas nos povos indígenas.
Os portugueses chegaram ao Brasil com o objetivo básico de negociar seus produtos e explorar a matéria-prima do Brasil, ampliando seu comércio com países europeus. Diante disso os portugueses passaram mais ou menos trinta anos sem intensificarem suas relações com o Brasil (Período Pré-Colonial). Enquanto isso, os holandeses e franceses faziam pequenos negócios com os índios no Brasil, gerando expectativas negativas (perda da posse) por parte dos portugueses
Ester Sulamita nº 14 serie : 7ºa

Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A LEI DE TERRAS

Mensagem  Admin em Qua Set 26, 2012 10:44 am

Até 1850 o sistema fundiário brasileiro ainda tinha como herança o sistema de capitanias hereditárias e as sesmarias.
A lei nº 601 de 1850, a famosa Lei das Terras, possibilitou a legitimação da posse das terras por parte de quem as ocupava e decretava a devolução ao poder público de todas as terras que haviam sido doadas em Sesmarias e que não tivessem sido cultivadas (daí o termo devolutas), passaram a pertencer ao patrimônio público.
A Lei 601 confiscou terras e mexeu com a estrutura fundiária de uma época, muitas fortunas rurais forma feitas a base da violência, principalmente na região sul, sudeste e Bahia.



nome: bianca gomes da silva n:08 serie: 7-a

Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A LEI DE TERRAS

Mensagem  Admin em Qua Set 26, 2012 10:47 am

No Brasil, a Lei de Terras (lei nº 601 de 18 de setembro de 1850) foi uma das primeiras leis brasileiras, após a independência do Brasil, a dispor sobre normas do direito agrário brasileiro.
Trata-se de legislação específica para a questão fundiária. Esta lei estabelecia a compra como a única forma de acesso à terra e abolia, em definitivo, o regime de sesmarias. Junto com o código comercial, é a lei mais antiga ainda em vigor no Brasil.
A Lei de terras teve origem em um projeto de lei apresentado ao Conselho de Estado do Império Colonial, em 1843, por Bernardo Pereira de Vasconcelos.
A lei de terras foi regulamentada, em 30 de janeiro de 1854, pelo decreto imperial nº 1318.
[editar]Evolução da história do direito agrário brasileiro
A situação do Brasil em relação aos países europeus que baseavam sua economia no Mercantilismo, era bem diferente, pois, não havia demanda por produtos, visto que não havia relações econômicas capitalistas nos povos indígenas.
Os portugueses chegaram ao Brasil com o objetivo básico de negociar seus produtos e explorar a matéria-prima do Brasil, ampliando seu comércio com países europeus. Diante disso os portugueses passaram mais ou menos trinta anos sem intensificarem suas relações com o Brasil (Período Pré-Colonial). Enquanto isso, os holandeses e franceses faziam pequenos negócios com os índios no Brasil, gerando expectativas negativas (perda da posse) por parte dos portugueses.



Nome:Emelly fernandes de moura n¨13

Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A LEI DE TERRAS

Mensagem  Admin em Qua Set 26, 2012 10:48 am

No Brasil, a Lei de Terras (lei nº 601 de 18 de setembro de 1850) foi uma das primeiras leis brasileiras, após a independência do Brasil, a dispor sobre normas do direito agrário brasileiro.
Trata-se de legislação específica para a questão fundiária. Esta lei estabelecia a compra como a única forma de acesso à terra e abolia, em definitivo, o regime de sesmarias. Junto com o código comercial, é a lei mais antiga ainda em vigor no Brasil.
A Lei de terras teve origem em um projeto de lei apresentado ao Conselho de Estado do Império Colonial, em 1843, por Bernardo Pereira de Vasconcelos.
A lei de terras foi regulamentada, em 30 de janeiro de 1854, pelo decreto imperial nº 1318.
[editar]Evolução da história do direito agrário brasileiro
A situação do Brasil em relação aos países europeus que baseavam sua economia no Mercantilismo, era bem diferente, pois, não havia demanda por produtos, visto que não havia relações econômicas capitalistas nos povos indígenas.
Os portugueses chegaram ao Brasil com o objetivo básico de negociar seus produtos e explorar a matéria-prima do Brasil, ampliando seu comércio com países europeus. Diante disso os portugueses passaram mais ou menos trinta anos sem intensificarem suas relações com o Brasil (Período Pré-Colonial). Enquanto isso, os holandeses e franceses faziam pequenos negócios com os índios no Brasil, gerando expectativas negativas (perda da posse) por parte dos portugueses


Nome:Alexandre Soares Da Silva n¨01

Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A LEI DE TERRAS

Mensagem  Admin em Qua Set 26, 2012 10:49 am

O século XIX inicia-se marcado pelas transformações do sistema capitalista mundial, que aos poucos deixava de se basear numa economia comercial e avançava para uma econômia industrial. Esse processo vai aprensentar modificações no cenário das relações socioeconomicas em vários países, trazendo novas práticas para obtenção de lucros. As nações industrializadas, como a Inglaterra e a França, buscavam matérias-primas, fonte de energia para suas indústrias e mercado consumidor para seus produtos fabricados. A expansão dos mercados e o desenvolvimento do capitalismo resultaram em alterações nas relações politicas e econômicas dos países industrializados, pois estes começaram a impor aos países pobres condições para se adequarem ao sistema. Podemos tomar por exemplo as pressões feitas pela Inglaterra para o fim do monopólio comercial que alguns países possuíam em suas colônias. Nesse sentido, várias discussões geradas pelas modificações econômicas e comerciais entraram na pauta mundial. Entre eas a questão da Terra."



Nome:Douglas Alves Santos n¨11

Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

A LEI DE TERRAS

Mensagem  Admin em Qua Set 26, 2012 10:51 am

ATE 1850 O SISTEMA FUNDIARIO BRASILEIRO AINDA TINHA COMO HERANÇA O SISTEMA, DE CAPITANIAS HEREDITARIAS E AS SESMARIAS A LEI DE 601 DE 1850

MILENA DE MELO MACIEL Nº 30 SERIE: 7ªA

Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

A LEI DE TERRAS

Mensagem  Admin em Qua Set 26, 2012 10:51 am

NO BRASIL , A LEI DE TERRAS ( NUMERO 601 DE 18 DE SETEMBRO D 1850 ) FOI UMA DAS PRIMEIRAS LEIS BRASILEIRAS , APOS A IDEPENDÊNCIA DO BRASIL

MAYANE BARBOSA DA SILVA Nº 26 SERIE: 7ªA


Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

leis de terra

Mensagem  Admin em Qua Set 26, 2012 10:52 am

No Brasil, a Lei de Terras (lei nº 601 de 18 de setembro de 1850) foi uma das primeiras leis brasileiras, após a independência do Brasil, a dispor sobre normas do direito agrário brasileiro.
Trata-se de legislação específica para a questão fundiária. Esta lei estabelecia a compra como a única forma de acesso à terra e abolia, em definitivo, o regime de sesmarias. Junto com o código comercial, é a lei mais antiga ainda em vigor no Brasil.
A Lei de terras teve origem em um projeto de lei apresentado ao Conselho de Estado do Império Colonial, em 1843, por Bernardo Pereira de Vasconcelos.
A lei de terras foi regulamentada, em 30 de janeiro de 1854, pelo decreto imperial nº 1318.
[editar]Evolução da história do direito agrário brasileiro
A situação do Brasil em relação aos países europeus que baseavam sua economia no Mercantilismo, era bem diferente, pois, não havia demanda por produtos, visto que não havia relações econômicas capitalistas nos povos indígenas.
Os portugueses chegaram ao Brasil com o objetivo básico de negociar seus produtos e explorar a matéria-prima do Brasil, ampliando seu comércio com países europeus. Diante disso os portugueses passaram mais ou menos trinta anos sem intensificarem suas relações com o Brasil (Período Pré-Colonial). Enquanto isso, os holandeses e franceses faziam pequenos negócios com os índios no Brasil, gerando expectativas negativas (perda da posse) por parte dos portugueses




Nome: Matheus Lima Souza, nº25 7ºA


Última edição por Admin em Qua Set 26, 2012 10:57 am, editado 1 vez(es)

Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

lei de terras

Mensagem  Admin em Qua Set 26, 2012 10:56 am

Lei de Terras ou Lei da Terra é uma lei que, em vários países, regula a estrutura fundiária, ou seja, a forma como a terra deve ser utilizada.o objetivo era:a suspensão do tráfico de escravos, no mesmo ano, anunciava a Abolição; a busca de atrair imigrantes europeus para o trabalho agrícola nas grandes propriedades; o desejo do Império de dispor das terras devolutas, para poder financiar o processo de imigração e colonização.
nome:ana da conceição n7 7a.

Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Lei de Terra

Mensagem  Admin em Qua Set 26, 2012 10:56 am

Até 1850 o sistema fundiário brasileiro ainda tinha como herança o sistema de capitanias hereditárias e as sesmarias.
A lei nº 601 de 1850, a famosa Lei das Terras, possibilitou a legitimação da posse das terras por parte de quem as ocupava e decretava a devolução ao poder público de todas as terras que haviam sido doadas em Sesmarias e que não tivessem sido cultivadas (daí o termo devolutas), passaram a pertencer ao patrimônio público.
A Lei 601 confiscou terras e mexeu com a estrutura fundiária de uma época, muitas fortunas rurais forma feitas a base da violência, principalmente na região sul, sudeste e Bahia.

Muitos fazendeiros, depois de 1850, tentaram legitimar a posse de suas terras apresentado documentos que, além de falsos , propunham limites desencontrados de demarcação. E para tanto usaram expedientes nada convencionais.

Monteiro Lobato, no livro "O Príncipe Negro e a Onda Verde" (Editora Brasiliense, 1948), relata que no oeste paulista era comum a falsificação de títulos de propriedade e a maneira astuciosa para envelhecer as escrituras (era uma exigência da lei 601) era colocá-las numa gaveta fechada com um monte de grilos vivos. Eles apodreciam e suas toxinas envelheciam os documentos. Dai surgiu o termo "grileiro". O grande problema hoje no Estado de São Paulo, localiza-se no Pontal do Paranapanema onde a história de grilagem de terras remonta a 1856.
Os documentos eram tão mal feitos que o governo Prudente de Moraes, em 1890, não reconheceu a propriedade das maiores fazendas da região...



Nome: Matheus de Fraitas Oliveira nº24 7ºA

Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

A LEI DE TERRAS

Mensagem  Admin em Qua Set 26, 2012 10:56 am

O SÉCULO XIX INICIA-SE MARCADO PELAS TRANFOMAÇÕES DO SISTEMA CAPITALISTA MUNDIAL,QUE AOS POUCOS DEIXAVA DE SE BASEAR NUM,A ECONOMIA COMERCIAL . a EXPANSÃO DOS MERCADOS O PARA SUAS INDUSTRIAS E MERCADO CONSUMIDOR PARA SEUS PRODUTOS FABRICADOS.


NOME: SUZANA DE OLIVEIRA ARAUJO Nº 35 SERIE: 7ªA

Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

lei de terras

Mensagem  Admin em Qua Set 26, 2012 10:59 am

No Brasil, a Lei de Terras (lei nº 601 de 18 de setembro de 1850) foi uma das primeiras leis brasileiras, após a independência do Brasil, a dispor sobre normas do direito agrário brasileiro.

Trata-se de legislação específica para a questão fundiária. Esta lei estabelecia a compra como a única forma de acesso à terra e abolia, em definitivo, o regime de sesmarias. Junto com o código comercial, é a lei mais antiga ainda em vigor no Brasil.

A Lei de terras teve origem em um projeto de lei apresentado ao Conselho de Estado do Império Colonial, em 1843, por Bernardo Pereira de Vasconcelos.

A lei de terras foi regulamentada, em 30 de janeiro de 1854, pelo decreto imperial nº 1318.

nome Mariana Rodrigues N23 7a

Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

A lei das terras

Mensagem  Admin em Qua Set 26, 2012 11:00 am

Até 1850 o sistema fundiário brasileiro ainda tinha como herança o sistema de capitanias hereditárias e as sesmarias.
A lei nº 601 de 1850, a famosa Lei das Terras, possibilitou a legitimação da posse das terras por parte de quem as ocupava e decretava a devolução ao poder público de todas as terras que haviam sido doadas em Sesmarias e que não tivessem sido cultivadas (daí o termo devolutas), passaram a pertencer ao patrimônio público.
A Lei 601 confiscou terras e mexeu com a estrutura fundiária de uma época, muitas fortunas rurais forma feitas a base da violência, principalmente na região sul, sudeste e Bahia.

Muitos fazendeiros, depois de 1850, tentaram legitimar a posse de suas terras apresentado documentos que, além de falsos , propunham limites desencontrados de demarcação. E para tanto usaram expedientes nada convencionais.

Monteiro Lobato, no livro "O Príncipe Negro e a Onda Verde" (Editora Brasiliense, 1948), relata que no oeste paulista era comum a falsificação de títulos de propriedade e a maneira astuciosa para envelhecer as escrituras (era uma exigência da lei 601) era colocá-las numa gaveta fechada com um monte de grilos vivos. Eles apodreciam e suas toxinas envelheciam os documentos. Dai surgiu o termo "grileiro". O grande problema hoje no Estado de São Paulo, localiza-se no Pontal do Paranapanema onde a história de grilagem de terras remonta a 1856.
Os documentos eram tão mal feitos que o governo Prudente de Moraes, em 1890, não reconheceu a propriedade das maiores fazendas da região.

Nome:agatha cristina
7 a no 39

Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

lei de terras

Mensagem  Admin em Qua Set 26, 2012 11:01 am

Durante o século XIX, a economia mundial passou por uma série de transformações pela qual a economia mundialmente conduzida pelo comércio passou a ceder espaço para o capitalismo industrial. As grandes potências econômicas da época buscavam atingir seus interesses econômicos pressionando as demais nações para que se adequassem aos novos contornos tomados pela economia mundial. Para exemplificar tal situação podemos destacar o interesse inglês em torno do fim do tráfico negreiro.
nome Aline Francisco N2 7A

Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Lei De Terras

Mensagem  Admin em Qui Set 27, 2012 10:00 am

Responda a seguinte questão: Em 4 de Setembro de 1850, foi assinada no Brasil a Lei Eusébio de Queirós( Ministro da Justiça),que abolia o tráfico negreiro em nosso país. Em decorrência dessa lei, o governo imperial aprovou "a Lei de Terras". Qual o objetivo desta lei?


A Lei de Terras imperial, junto com outras leis estaduais a respeito de terras devolutas, especialmente a Lei de Terras paulistas nº 323 de 1895, foi fundamental para a colonização do interior do estado de São Paulo, na República Velha no início do século XX, quando 40% do território paulista foi rapidamente, entre 1890 e 1930, colonizado a partir de leilão público de grandes lotes de terra. Os arrematadores, após a aquisição, as revendiam em pequenos lotes, os chamados "sítios", para pequenos e médios agricultores pioneiros.
No norte Paraná, a colonização e ocupação, também se fez rapidamente, entre 1930 e 1960, também dentro do princípio de ceder terras a colonizadores. No Paraná, a principal empresa colonizadora foi a Companhia de Terras do Norte do Paraná.

Thamiris Lima da Silva Nº32 7ªC

Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

A lei de terras

Mensagem  Admin em Qui Set 27, 2012 10:04 am

Responde essa questão:Em 4 de Setembro de 1850, foi assinada no Brasil a Lei Eusébio de Queirós( Ministro da Justiça),que abolia o tráfico negreiro em nosso país. Em decorrência dessa lei, o governo imperial aprovou "a Lei de Terras". Qual o objetivo desta lei?
Era filho de Eusébio de Queirós Coutinho da Silva e Catarina Mattoso de Queirós Câmara. Seu pai, assim com seu avô, exerceram o cargo de ouvidor-geral da comarca de Angola

Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

A lei de terras

Mensagem  Admin em Qui Set 27, 2012 10:06 am

Responde essa questão:Em 4 de Setembro de 1850, foi assinada no Brasil a Lei Eusébio de Queirós( Ministro da Justiça),que abolia o tráfico negreiro em nosso país. Em decorrência dessa lei, o governo imperial aprovou "a Lei de Terras". Qual o objetivo desta lei? Era filho de Eusébio de Queirós Coutinho da Silva e Catarina Mattoso de Queirós Câmara. Seu pai, assim com seu avô, exerceram o cargo de ouvidor-geral da comarca de Angola

Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

as leis das terras

Mensagem  Admin em Qui Set 27, 2012 10:07 am

Responda a seguinte questão: Em 4 de Setembro de 1850, foi assinada no Brasil a Lei Eusébio de Queirós( Ministro da Justiça),que abolia o tráfico negreiro em nosso país. Em decorrência dessa lei, o governo imperial aprovou "a Lei de Terras". Qual o objetivo desta lei?RESPOSTA:No Brasil, a Lei de Terras (lei nº 601 de 18 de setembro de 1850) foi uma das primeiras leis brasileiras, após a independência do Brasil, a dispor sobre normas do direito agrário brasileiro.
Trata-se de legislação específica para a questão fundiária. Esta lei estabelecia a compra como a única forma de acesso à terra e abolia, em definitivo, o regime de sesmarias. Junto com o código comercial, é a lei mais antiga ainda em vigor no Brasil.
A Lei de terras teve origem em um projeto de lei apresentado ao Conselho de Estado do Império Colonial, em 1843, por Bernardo Pereira de Vasconcelos.
A lei de terras foi regulamentada, em 30 de janeiro de 1854, pelo decreto imperial nº 1318.




NOME:jonathan martins alves SERIE:7C Nº17

Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

A lei de terras

Mensagem  Admin em Qui Set 27, 2012 10:08 am

Responda a seguinte questão: Em 4 de Setembro de 1850, foi assinada no Brasil a Lei Eusébio de Queirós( Ministro da Justiça),que abolia o tráfico negreiro em nosso país. Em decorrência dessa lei, o governo imperial aprovou "a Lei de Terras". Qual o objetivo desta lei?



resposta:Até 1850 o sistema fundiário brasileiro ainda tinha como herança o sistema de capitanias hereditárias e as sesmarias.
A lei nº 601 de 1850, a famosa Lei das Terras, possibilitou a legitimação da posse das terras por parte de quem as ocupava e decretava a devolução ao poder público de todas as terras que haviam sido doadas em Sesmarias e que não tivessem sido cultivadas (daí o termo devolutas), passaram a pertencer ao patrimônio público.
A Lei 601 confiscou terras e mexeu com a estrutura fundiária de uma época, muitas fortunas rurais forma feitas a base da violência, principalmente na região sul, sudeste e Bahia.

Muitos fazendeiros, depois de 1850, tentaram legitimar a posse de suas terras apresentado documentos que, além de falsos , propunham limites desencontrados de demarcação. E para tanto usaram expedientes nada convencionais.

Monteiro Lobato, no livro "O Príncipe Negro e a Onda Verde" (Editora Brasiliense, 1948), relata que no oeste paulista era comum a falsificação de títulos de propriedade e a maneira astuciosa para envelhecer as escrituras (era uma exigência da lei 601) era colocá-las numa gaveta fechada com um monte de grilos vivos. Eles apodreciam e suas toxinas envelheciam os documentos. Dai surgiu o termo "grileiro". O grande problema hoje no Estado de São Paulo, localiza-se no Pontal do Paranapanema onde a história de grilagem de terras remonta a 1856.
Os documentos eram tão mal feitos que o governo Prudente de Moraes, em 1890, não reconheceu a propriedade das maiores fazendas da região.....


Nome:Gabrielle Da Silva Ferreira
N°:11 série:7ªC

Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Lei de Terras

Mensagem  Admin em Qui Set 27, 2012 10:10 am

Responda a seguinte questão: Em 4 de Setembro de 1850, foi assinada no Brasil a Lei Eusébio de Queirós( Ministro da Justiça),que abolia o tráfico negreiro em nosso país. Em decorrência dessa lei, o governo imperial aprovou "a Lei de Terras". Qual o objetivo desta lei?
resposta: Lei de Terras, como ficou conhecida a lei nº 601 de 18 de setembro de 1850, foi a primeira iniciativa no sentido de organizar a propriedade privada no Brasil. Até então, não havia nenhum documento que regulamentasse a posse de terras e com as modificações sociais e econômicas pelas quais passava o país, o governo se viu pressionado a organizar esta questão.
nome: Talita de Araújo Ribeiro nº30 7ªC.

Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

A lei de terras

Mensagem  Admin em Qui Set 27, 2012 10:11 am

Responda a seguinte questão: Em 4 de Setembro de 1850, foi assinada no Brasil a Lei Eusébio de Queirós( Ministro da Justiça),que abolia o tráfico negreiro em nosso país. Em decorrência dessa lei, o governo imperial aprovou "a Lei de Terras". Qual o objetivo desta lei?


resposta:Até 1850 o sistema fundiário brasileiro ainda tinha como herança o sistema de capitanias hereditárias e as sesmarias.
A lei nº 601 de 1850, a famosa Lei das Terras, possibilitou a legitimação da posse das terras por parte de quem as ocupava e decretava a devolução ao poder público de todas as terras que haviam sido doadas em Sesmarias e que não tivessem sido cultivadas (daí o termo devolutas), passaram a pertencer ao patrimônio público.
A Lei 601 confiscou terras e mexeu com a estrutura fundiária de uma época, muitas fortunas rurais forma feitas a base da violência, principalmente na região sul, sudeste e Bahia.

Muitos fazendeiros, depois de 1850, tentaram legitimar a posse de suas terras apresentado documentos que, além de falsos , propunham limites desencontrados de demarcação. E para tanto usaram expedientes nada convencionais.

Monteiro Lobato, no livro "O Príncipe Negro e a Onda Verde" (Editora Brasiliense, 1948), relata que no oeste paulista era comum a falsificação de títulos de propriedade e a maneira astuciosa para envelhecer as escrituras (era uma exigência da lei 601) era colocá-las numa gaveta fechada com um monte de grilos vivos. Eles apodreciam e suas toxinas envelheciam os documentos. Dai surgiu o termo "grileiro". O grande problema hoje no Estado de São Paulo, localiza-se no Pontal do Paranapanema onde a história de grilagem de terras remonta a 1856.
Os documentos eram tão mal feitos que o governo Prudente de Moraes, em 1890, não reconheceu a propriedade das maiores fazendas da região.....



Nome:Joara Cardoso Soares
N°15 SÉRIE 7ªC

Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Respostas

Mensagem  Admin em Qui Set 27, 2012 10:12 am

Em 4 de Setembro de 1850, foi assinada no Brasil a Lei Eusébio de Queirós( Ministro da Justiça),que abolia o tráfico negreiro em nosso país. Em decorrência dessa lei, o governo imperial aprovou "a Lei de Terras". Qual o objetivo desta lei?

R:Trata-se de legislação específica para a questão fundiária. Esta lei estabelecia a compra como a única forma de acesso à terra e abolia, em definitivo, o regime de sesmarias. Junto com o código comercial, é a lei mais antiga ainda em vigor no Brasil.

Nomes: Elivelton Rodrigues, Matheus de Melo
Nº:9,23
lol!

Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

A lei de terras

Mensagem  Admin em Qui Set 27, 2012 10:13 am

Responda a seguinte questão: Em 4 de Setembro de 1850, foi assinada no Brasil a Lei Eusébio de Queirós( Ministro da Justiça),que abolia o tráfico negreiro em nosso país. Em decorrência dessa lei, o governo imperial aprovou "a Lei de Terras". Qual o objetivo desta lei?




resposta:Até 1850 o sistema fundiário brasileiro ainda tinha como herança o sistema de capitanias hereditárias e as sesmarias.
A lei nº 601 de 1850, a famosa Lei das Terras, possibilitou a legitimação da posse das terras por parte de quem as ocupava e decretava a devolução ao poder público de todas as terras que haviam sido doadas em Sesmarias e que não tivessem sido cultivadas (daí o termo devolutas), passaram a pertencer ao patrimônio público.
A Lei 601 confiscou terras e mexeu com a estrutura fundiária de uma época, muitas fortunas rurais forma feitas a base da violência, principalmente na região sul, sudeste e Bahia.

Muitos fazendeiros, depois de 1850, tentaram legitimar a posse de suas terras apresentado documentos que, além de falsos , propunham limites desencontrados de demarcação. E para tanto usaram expedientes nada convencionais.

Monteiro Lobato, no livro "O Príncipe Negro e a Onda Verde" (Editora Brasiliense, 1948), relata que no oeste paulista era comum a falsificação de títulos de propriedade e a maneira astuciosa para envelhecer as escrituras (era uma exigência da lei 601) era colocá-las numa gaveta fechada com um monte de grilos vivos. Eles apodreciam e suas toxinas envelheciam os documentos. Dai surgiu o termo "grileiro". O grande problema hoje no Estado de São Paulo, localiza-se no Pontal do Paranapanema onde a história de grilagem de terras remonta a 1856.
Os documentos eram tão mal feitos que o governo Prudente de Moraes, em 1890, não reconheceu a propriedade das maiores fazendas da região.....




Nome:Isabela Barbosa Marques De Lima
N°13 Série:7ªC

Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Lei de Terras

Mensagem  Admin em Qui Set 27, 2012 10:14 am

Responda a seguinte questão: Em 4 de Setembro de 1850, foi assinada no Brasil a Lei Eusébio de Queirós( Ministro da Justiça),que abolia o tráfico negreiro em nosso país. Em decorrência dessa lei, o governo imperial aprovou "a Lei de Terras". Qual o objetivo desta lei?
Resposta: No Brasil, a Lei de Terras (lei nº 601 de 18 de setembro de 1850) foi uma das primeiras leis brasileiras, após a independência do Brasil, a dispor sobre normas do direito agrário brasileiro.
Trata-se de legislação específica para a questão fundiária. Esta lei estabelecia a compra como a única forma de acesso à terra e abolia, em definitivo, o regime de sesmarias. Junto com o código comercial, é a lei mais antiga ainda em vigor no Brasil.
A Lei de terras teve origem em um projeto de lei apresentado ao Conselho de Estado do Império Colonial, em 1843, por Bernardo Pereira de Vasconcelos.
A lei de terras foi regulamentada, em 30 de janeiro de 1854, pelo decreto imperial nº 1318.
Nome: Samira dos Santos Ribeiro Dias. nº 28 , série 7ªC clown

Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A LEI DE TERRAS

Mensagem  Admin em Qui Set 27, 2012 10:14 am

Responda a seguinte questão: Em 4 de Setembro de 1850, foi assinada no Brasil a Lei Eusébio de Queirós( Ministro da Justiça),que abolia o tráfico negreiro em nosso país. Em decorrência dessa lei, o governo imperial aprovou "a Lei de Terras". Qual o objetivo desta lei?

R: Lei de Terras ou Lei da Terra é uma lei que, em vários países, regula a estrutura fundiária, ou seja, a forma como a terra deve ser utilizada.

Lucas Lenin nº 19 7ªC



Admin
Admin

Mensagens : 222
Data de inscrição : 13/09/2012

Ver perfil do usuário http://rack.rack/rack.rac.ra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A LEI DE TERRAS

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum